Que tal começar o planejamento empresarial para 2020?

Esta é a época perfeita para as empresas revisarem as suas metas e estipularem novos objetivos para o próximo ano. Dessa maneira, as empresas podem crescer de maneira organizada e alcançar seus alvos de forma eficaz.

E é claro que rever seus treinamentos para o próximo ano faz parte disso. Por muito tempo, uma solução de aprendizagem foi vista apenas como uma forma de a empresa preparar o funcionário para exercer suas atividades, competências técnicas e funções, além de adaptá-lo ao ambiente de trabalho. Toda a preparação e desenvolvimento estavam voltados para o conhecimento técnico.

Porém, há hoje a percepção de que é necessário o desenvolvimento de capacidades comportamentais, que auxiliarão as pessoas a desempenharem suas atividades de forma mais eficaz, além de potencializarem a capacidade de crescimento profissional. Com equipes mais bem preparadas e o fluxo de trabalho desenvolvido de forma mais eficiente, as empresas se aproximam dos resultados esperados. A aprendizagem contínua é fundamental e refletirá diretamente na forma como o negócio enfrentará a competitividade de seus concorrentes.

É preciso avaliar o contexto organizacional, a performance esperada e atingida dos indivíduos e da empresa, bem como o sucesso e insucesso de qualquer treinamento realizado durante o ano. É fundamental nesta época do ano corrigir a rota dos treinamentos que serão planejados e projetados para o próximo ano, sempre com o pensamento de que não podemos parar de ensinar, capacitar e aprender. 

Estratégia Organizacional

Possuir uma estratégia organizacional, mantê-la atualizada e revisada e vivê-la no dia-a-dia deveriam estar no topo da lista de ações de uma empresa. Na verdade, deveria ser a estratégia organizacional aquela que definiria o que deve e o que não deve ser feito, quando deve ser realizado e de que forma.

Portanto, estamos falando aqui daquela estratégia maior que contém os estudos realizados pela empresa, os objetivos claramente definidos e os caminhos que devem ser seguidos para alcançar aquilo que é almejado. As três perguntas que devem ser feitas para esse planejamento são: Quais são os objetivos que sua empresa pretende alcançar? Como esses objetivos serão alcançados? Como sua empresa está executando o planejado e quais têm sido os resultados obtidos?

Saber onde e como a empresa quer estar nos próximos anos é a questão fundamental. Sem isso não há como planejar. Porém, muitos derrapam quando o assunto é definir os objetivos e, por isso, a estratégia acaba por não ser bem elaborada. Apenas afirmar que a empresa quer crescer não é definir um objetivo. Também não vale dizer que a empresa quer ser a maior ou a melhor em determinadas condições, pois é muito vago.

De maneira geral, todo objetivo organizacional deve ser:

  1. Realista: definir um objetivo que não pode ser alcançado, seja por exagero ou impossibilidade, não pode ser considerado um bom objetivo.
  2. Mensurável: todo objetivo deve ter condições de ser medido e acompanhado. Do contrário, como saber se ele está sendo alcançado (e não apenas se já o foi)?
  3. Motivador: não basta ser realista e mensurável, é preciso motivar aqueles que trabalharão. Definir que uma empresa deve crescer 0,1% em faturamento de um ano para o outro pode ser realista e mensurável, mas não é nem um pouco motivador, pois não há desafios, não há grandes conquistas, não há necessidade de esforço maior.

 

Entre em contato conosco clicando aqui para conhecer os nossos serviços.