Não importa que tipo de negócio você deseja abrir e nem seus motivos para isso, há algo que todo empreendedor deve lembrar: não pule direto de cabeça sem se preparar. Existem diversos passos, cuidados e burocracias que devem ser resolvidas antes de tudo. Então, se você é um empreendedor ou empreendedora em busca de respostas para suas dúvidas, continue conosco!

ERROS COMUNS AO ABRIR EMPRESAS

O momento de tirar a tão sonhada ideia do papel é incrível! É compreensível a animação, ansiedade e pressa que os novos empreendedores sentem para abrir seu negócio, de querer botar logo para funcionar e ganhar dinheiro através de suas ideias. Porém, essa pressa pode trazer prejuízos no futuro, pois muita gente esquece de passos e procedimentos importantíssimos no processo de abertura de uma empresa.

Nossa dica de empreendedor para empreendedor é: não vá com tanta sede ao pote! É preciso organizar, estruturar e preparar-se muito bem antes de colocar seu plano em ação. É por falta destes cuidados que a maioria das empresa fecham suas portas 5 anos após serem criadas. Para que a sua empresa não entre na estatística, separamos alguns dos erros mais comuns que devem ser evitados:

ESQUECER DO PLANO DE NEGÓCIOS

A falta de planejamento é o maior vilão de novas empresas, sem ele é impossível manter qualquer negócio. E a melhor forma de planejar algo para sua empresa é montar um plano de negócios, algo que muitos empreendedores deixam de lado.

O plano de negócios é uma ferramenta que ajuda a determinar quais serão os seus recursos materiais, financeiros e humanos disponíveis e necessários, qual o perfil do público, os principais concorrentes, estimativas de faturamento e qual será a melhor natureza jurídica e regime tributário a serem escolhidos. Este documento serve para visualizar a empresa e seu futuro como um todo, e para auxiliar o empreendedor a ter foco, se planejar e se antecipar à desafios.

ATUAR NA INFORMALIDADE

Para já começar a atuar no mercado, muitos se arriscam e iniciam seus trabalhos na informalidade. O objetivo principal é fugir dos impostos, mas, sem a formalização sua empresa não cresce. Apenas com o CPNJ haverá a possibilidade de emissão de nota fiscal, abertura de conta bancária para pessoa jurídica, uso de máquinas de cartão de crédito e solicitação de empréstimos públicos a juros mais baixos.

NÃO PLANEJAR-SE FINANCEIRAMENTE

Pior do que abrir as portas sem um plano de negócios, é abrir as portas sem um planejamento financeiro. Como você vai fazer seu negócio funcionar se não sabe o capital de giro necessário para manter a empresa, como funciona o fluxo de caixa, como organizar as finanças e investimentos? É impossível!

A gestão financeira precisa ser umas prioridades em seu empreendimento. Controle de forma rígida e minuciosa suas despesas, taxas e tributos, as previsões de receitas futuras, os investimentos e o lucro líquido. Monte quantas planilhas forem precisas para se organizar melhor.

NÃO CONTAR COM UM CONTADOR DESDE O INÍCIO

Para os novatos pode ser uma conta a mais para pagar, mas empreendedores sérios sabem que DEVEM contar com um contador para seu negócio! Ele será o melhor amigo da sua empresa antes, durante e depois da abertura. Todos estes erros citados acima e muitos outros podem ser evitados facilmente quando se tem alguém que conhece os procedimentos e burocracias.

O contador é quem irá oferecer soluções para sua empresa quanto a questões tributárias, trabalhistas, fiscais e regras de sociedade, sempre buscando a eficiência e inovação para seu negócio. E o melhor: de maneira legal. A quantidade de processos e burocracias que este profissional irá te auxiliar, você não consegue nem imaginar.

Além do mais, quando se tem alguém capacitado para cuidar de todos estes procedimentos, isto permite o empreendedor focar mais do seu tempo e atenção para fazer o negócio crescer!

A CONTABILIDADE É A MELHOR AMIGA DA SUA EMPRESA

Confira a seguir o que a contabilidade pode fazer por você quando o assunto for abertura de empresas:

  • Determinar a melhor estrutura de negócios para sua nova empresa: O tipo de empresa que será, abrir o CNPJ, realizar a consulta comercial, definir o regime tributário (Simples Nacional, Lucro Presumido e Lucro Real), etc;
  • Auxiliar na análise financeira em seu plano de negócios;
  • Fornecer aconselhamento e assistência na abertura de uma conta bancária de negócios;
  • Certificar-se de que seus procedimentos contábeis estejam de acordo com os regulamentos e requisitos governamentais;
  • Fornecer conselhos sobre como acompanhar as despesas durante suas atividades comerciais diárias;
  • Explicar a importância de separar as despesas pessoais e empresariais;
  • Explicar suas demonstrações financeiras para que você possa entender os prós e contras do seu negócio;
  • Fornecer conselhos sobre os pagamentos de impostos estimados que você deve fazer durante o ano;
  • Compilar e enviar seus impostos, relatórios financeiros e toda a documentação necessária tanto para sua empresa quanto ao fisco;
  • Cria previsões financeiras para que você possa tomar melhores decisões em seu negócio;
  • Trabalha com você para criar um orçamento comercial que suporte os objetivos de sua empresa;
  • Ajudar você a determinar as áreas de crescimento, fornecendo informações sobre padrões de fluxo de caixa, gerenciamento de estoque, preços e financiamento de negócios;
  • A possibilidade de redução dos impostos, já que ele irá regularizar as questões tributárias.

Estes são apenas alguns dos procedimentos que a contabilidade faz por sua empresa! Conseguiu perceber como empreendimentos e contabilidade andam lado a lado? Quando você possui um escritório contábil de confiança como seu parceiro, as chances de crescimento são ainda maiores.

 

Entre em contato conosco clicando aqui para conhecer os nossos serviços.